Walt Whitman José Agostinho Baptista
Cálamo
July 09, 2018 Comments.. 230
C lamo None

  • Title: Cálamo
  • Author: Walt Whitman José Agostinho Baptista
  • ISBN: 9723703203
  • Page: 435
  • Format: Paperback
  • None

    • [PDF] Download ì Cálamo | by Ó Walt Whitman José Agostinho Baptista
      435 Walt Whitman José Agostinho Baptista
    • thumbnail Title: [PDF] Download ì Cálamo | by Ó Walt Whitman José Agostinho Baptista
      Posted by:Walt Whitman José Agostinho Baptista
      Published :2018-07-09T11:24:27+00:00

    1 Blog on “Cálamo

    1. Luís C. says:

      Calamus is a common word here. It is the herb or large aromatic juncaccea that grows in the marshy areas of the valleys, whose stem measures almost one meter of height; commonly called sweet-flag; abounds in all the northern and central states of the country. The ethereal and refined character of the term, as used in my book, probably derives from the fact that the calamus has, among all the herbs, the largest and hardest stem, as well as a fresh, aquatic and penetrating aroma.Letter from Whitma [...]

    2. Carmo says:

      Andava eu para ler Whitman desde os tempos do glorioso "Clube dos Poetas Mortos"is de 20 anosVERGONHAApesar do livro ser pequenino deu para perceber que foi dos poetas menos metafóricos que li; claro e direto, inclusive, a óbvia conotação sexual de alguns poemas, o que lhe terá acarretado fortes críticas na época.Quando soube ao fim do dia"Quando soube ao fim do dia que o meu nome fora aplaudido no capitólio, mesmo assim nessa noite não fui feliz,E quando me embriaguei ou quando se real [...]

    3. Ricardo says:

      PLENO DE VIDA AGORAPleno de vida agora, concreto, visível,Eu, aos quarenta anos de idade e aos oitenta e três dos Estados Unidos,A ti que viverás dentro de um século ou vários séculos mais,A ti, que ainda não nasceste, me dirijo, procurando-te.Quando leres isto, eu que era visível serei invisível,Agora és tu, concreto, visível, aquele que me lê, aquele que me procura,Imagino como serias feliz se eu estivesse a teu lado e fosse teu companheiro,Sê tão feliz como se eu estivesse conti [...]

    4. Ana Lúcia says:

      “Pleno de vida agora, concreto, visível (…)A ti que ainda não nasceste, me dirijo, procurando-te.Quando leses isto, eu que era visível, serei invisível,Agora és tu, concreto visível, aquele que me lê, aquele que me procura,Imagino como serias feliz se eu estivesse a teu lado e fosse teu companheiro,Sê tão feliz como se eu estivesse contigo. (Não penses que não estou agora junto a ti.)Walt Whitman

    5. Cloud says:

      " ()Pronunciarei as palavras que exaltem a morte,Dá-me então a tua música, ó morte, para estarmos em harmonia,Dá-te a mim porque agora sei que acima de tudo me pertences eque tu e o amor estão inseparavelmente unidos,Não permitirei que me enganes mais com isso a que chamavavida,Porque enfim compreendo que és os conteúdos essenciais,Que, por qualquer razão, te escondes nestas mutáveis formas devida, e que elas existem sobretudo para ti,Que, para além delas, surges e permaneces, tu, re [...]

    6. Teresa Proença says:

      Página 35A base de toda a metafísica" ()Após ter estudado o antigo e novo, o sistema grego e o germânico, Estudado e dissertado sobre Kant e Fichte, Schelling e Hegel, Exposto a sabedoria de Platão e a de Sócrates ainda maior que a de Platão,E maior que a de Sócrates a do divino Cristo à qual longamente me dediquei,Relembro hoje os sistemas grego e germânico,Observo todas as filosofias, as igrejas e as doutrinas cristãs,Mas vejo claramente sob o nome de Sócrates, vejo claramente sob [...]

    7. Margarida says:

      When I Heard at the Close of the Day When I heard at the close of the day how my name had been receiv’d with plaudits in the capitol, still it was not a happy night for me that follow’d, And else when I carous’d, or when my plans were accomplish’d, still I was not happy, But the day when I rose at dawn from the bed of perfect health, refresh’d, singing, inhaling the ripe breath of autumn,When I saw the full moon in the west grow pale and disappear in the morning light, When I wander’ [...]

    8. Francisco Cambim says:

      Edição bilingue, porém exígua, de alguns poemas da, essencialmente, única, no entanto vastíssima, obra de Walt Whitman — Leaves of Grass.Por vezes não achei exacta ou justa a tradução, em relação ao que me pareceu ser o significado original de um verso, quer gramaticalmente, quer ideologicamente, no entanto, no geral, a tradução está bem conseguida.Existem também alguns erros ortográficos ocasionais (ordem de certas letras numa palavra trocadas, etc.), por lapso do editor, supo [...]

    9. Ovidio says:

      O que pensamos e o que sentimos são duas formas de chegarem até nós ecos de uma verdade que pressentimos existir e que por vezes conseguimos vislumbrar. O esmagador peso do tempo que passa e ao mesmo tempo a leveza da sua inexorabilidade tanto nos pode chegar ao percorrermos 13,7 Biliões de anos com o incrivelmente jovem e entusiasmante Prof. Brian Cox no seu BBC Wonders of the Universe, ou ao emergirmos nestes versos, : "Pleno de vida agora, concreto, visível / Eu, aos quarenta anos de ida [...]

    10. Alessandro D'Onofrio says:

      Mh. Ero (e sono) molto interessato alla persona e allo scrittore, per cui ho subito richiesto questo libro su Bookmooch, pur non ne avendone mai sentito parlare. Ecco, non è che sia un brutto libro. È che credo possa essere interessante solo per i veri appassionati/maniaci della vita privata dello scrittore o per estrarne informazioni biografiche. In questi due casi sarete più che soddisfatti, anche grazie alle note esplicative. Ma no, non lo consiglierei in quanto "lettura amena".

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *